Quanto vale o show?

Setecentos bilhões de dólares. Pra um bando de especuladores irresponsáveis dormirem tranquilos.

E não me venha com “foi necessário pra salvar a economia global” que eu não engulo. A bolha que está pra estourar tem no mínimo 3 mandatos presidenciais estadunidenses e o consentimento de vários bancos e seus players. Correu junto com guerras no Oriente Médio e seus investimentos trilionários, com incessantes corridas por resíduos de seres vivos mortos há milhões de ano (mais conhecido como petróleo) e com a euforia de ter a China como fornecedor principal de manufaturas do planeta (Michael Moore não cansa de dizer, “cada cidadão estadunidense, ao nascer, deve 4.000 dólares a um chinês”).

700 bilhões de dólares pra salvar um punhado de bancos (e o seguro social gringo, claro) aparecem fácil. Mas e pra salvar o planeta?

Nunca existe grana. Sempre é secundário. Ninguem leva à sério.

Estamos há no mínimo 16 anos falando de mudanças climáticas, de fontes de energia alternativa e do fim do desmatamento (foi na ECO-92 que finalmente chegou-se num consenso), mas foi somente em 2006, quando esforços de grandes personagens na luta contra o aquecimento global (do tipo Greenpeace, a ONU e Vice-Gore) que a história chegou na mídia e na cabeça da população. Precisou-se exibir na TV blocos gigantescos de gelo se desprendendo de icebergs ou imagens da Amazônia em seca. Levamos 14 anos pra entender a seriedade da situação em que estamos.

E neguinho me saca da carteira um maço de dólares pra pagar a conta de inconsequentes.

Vá catar coquinho.

Com 700 bilhões de dólares investidos em energia limpa (eólica, por exemplo), considerando que em 2007 foram investidos 37 bilhões (gerando 19.865 mW), poderia-se aproximadamente gerar 377 gW de eletricidade. E 377 gW são entre 5 e 6% da demanda GLOBAL de energia. Energia limpa, sem emissão de CO2 na atmosfera, sem contribuição pro aquecimento global. Cálculo feito de cabeça por Martin Lloyd.

Mas, pelo visto, a humanidade é devota de São Thomé, e só acredita vendo. Vamos passar pela mesma situação que levou a economia mundial à beira do precipício antes de surgirmos com a grana necessária pra consertar a bagunça. Só que com o planeta Terra não tem essa de socorrer com la plata: pode ser tarde demais.

UPDATE: Boa reflexão do Escriba sobre o momento atual da humanidade.

Anúncios

2 Comentários »

  1. jorge said

    POis é, foda… se alguém sugerisse aplicar 700 bilhões de dólares para mudar a política energetica do mundo, provavelmente diriam que a ideia é absurda, coisa de ecoxiita e tal…

  2. […] O Edu externa as mesmas preocupações minhas, só que com mais contundência, lá no Sierra Maestra. […]

RSS feed for comments on this post · TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: