Armas contra Obama

A NRA (National Rifle Association – órgão dos afccionados por armas, caça e tiro esportivo nos EUA) está mirando em Barack Obama.

Com o argumento de que a política anti-armas de Obama é uma ameaça a segunda emenda da constituição estadunidense, a NRA vai torrar 40 milhões de dólares em publicidade, 15 deles para colocar Obama como um “mal” para a nação, caso seja eleito.

A NRA apóia o candidato republicano John McCain e financia sua campanha; já foi alvo de documentários polêmicos (como Tiros em Columbine, de Michael Moore); e defende com unhas e dentes a segunda emenda, que diz:

“Amendment II
A well regulated militia, being necessary to the security of a free state, the right of the people to keep and bear arms, shall not be infringed.”

A velha discussão que já rolou no Brasil sobre o porte de armas volta a esquentar na terra onde se compra armas no mesmo lugar onde se compra comida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: