Creation Rebel

Desplugue-se e vá viver.” Que frase incoerente, perdida justamente num blog.

Mesmo proferida pelo Mestre Zen Sha Zio Nau, a frase tem lugar no blog, apontando o ônus que carregam os adeptos do “express yourself”. Quem quer botar as idéias no mundo hoje em dia ou paga (muito) pra mídia mainstream ou abre um blog, bota as fotos no Flickr, sobe vídeos no YouTube, monta um sitezinho. Tudo de graça, mas tudo na web. Portas para a comunicação foram abertas, mas atreladas a um mundo paralelo, versão online.

Sou um sujeito com o lado criativo em constante trabalho. Não estou me gabando nem nada, o que estou dizendo é que do mesmo jeito que um matemático pensa em soluções para os problemas, um jogador de futebol visualiza chances de gol e um político percebe como ganhar um agrado ali, eu imagino narrativas, imagens, conceitos, diálogos e cenas que, se lapidadas, podem virar idéias interessantes – como faz a cabeça de qualquer pessoa. Alguns diriam que isso é típico do pisciano. Mas no meu caso, esse processo é constante e praticamente inevitável. Tolher essa explosão criativa faz mal pra mente. O que se precisa fazer é justamente aprender a lapidar esses troços, que não chegam a ser insights, mas que conduzem a um bom texto, uma foto maneira, uma tira de quadrinho, uma canção, uma tela, que depois se utilizarão da grande exposição que a web proporciona para sua divulgação. Ou ficarão sem o feedback de quem realmente importa – as pessoas, os internautas, a comunidade em geral. O povão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: